Visita à F.N.M.

Realizada entre 28/2/2013 e 4/3/2013 a visita à antiga Fábrica Nacional de Motores em Xerém, distrito de Duque de Caxias/RJ, com a participação de 9 caminhões da marca FNM e de 8 carros Alfa Romeo. A caravana, partindo de Curitiba e São José dos Pinhais no dia 28 com 3 caminhões, seguiu até Pilar do Sul/SP, onde ocorreu o agrupamento e pernoite. Na manhã seguinte os veículos passaram por limpeza e ajustes finais para a viagem ao Rio, que teve início nessa mesma tarde, com o Osvaldo Strada agregando 3 belos FNMs ano 1958 ao grupo, sobre carreta especializada. No dia 2, já na rodovia Presidente Dutra, o “carona” Michael Swoboda, de S. José dos Campos, juntou-se ao grupo; e, pouco depois, em Aparecida do Norte, o Edmir Barbosa de Baurú integrou-se também à caravana com mais dois fenemês, um Brasinca 58 e um 180 ano 1979.

A chegada em Xerém deu-se no dia 3 de março (domingo), pela manhã. Foi quando os participantes, Miklos, Róbert, Alceu, Ito, Paulo, Osvaldo, Edmir, Victor e Michael, estusiastas da marca, puderam se emocionar com a receptividade da comunidade de Xerém, capitaneada por Eduardo Nazareth, Márcia Catita e Jorge Camarão, este antigo funcionário da FNM. Pouco antes da chegada agregou-se ao comboio uma “Alfavana” de 8 garbosos automóveis da marca Alfa Romeo, conduzidos por uma animada galera da seção carioca do ARBR. E também o nosso amigo Jason Vogel, veterano da viagem de 2011 à Bahia, que compareceu com seu pequeno Citroen 2CV azul.

Os caminhões e automóveis ficaram expostos num pátio situado bem ao lado da entrada da Fábrica, num encontro que certamente foi marcante para todos, despertando grande curiosidade e interesse por parte dos moradores, muitos dos quais chegaram a trabalhar na antiga F.N.M., ou têm seu histórico familiar a ela ligado. Vale ressaltar que a pequena e acolhedora Xerém detém a honra única de ter sido o berço da indústria automotiva nacional.

Na manhã do dia 4 o comboio foi admitido nas dependências da antiga Fábrica Nacional de Motores, hoje pertencente à Ciferal-Marcopolo. Assim, mais de três décadas após o último caminhão Fenemê ter deixado a linha de produção, uma pequena frota deles voltava a circular ali, com o seu poderoso ronco ecoando nas históricas estruturas.
Em seguida os veículos foram estacionados à sombra das árvores e palmeiras da alameda de acesso e os participantes, acompanhados de um grupo de ex-funcionários, recebidos pela direção da Ciferal-Marcopolo. Essa recepção foi simpática e calorosa, e incluiu uma visita à linha de produção de carrocerias de ônibus, palestra e exibição de filmes no auditório da empresa e almoço com os diretores. Fica aqui registrado o nosso ‘muito obrigado’ à diretoria da Ciferal-Marcopolo por nos admitir nas dependências da empresa e pela atenção que nos foi dispensada!

No início da tarde o grupo se despediu e os carros e caminhões tomaram a estrada de volta para casa. Mas não sem antes descarregar na AMA – Associação de Moradores de Xerém – os donativos arrecadados pelos participantes para as vítimas da enchente que recentemente assolou a cidade.

Um último registro: este evento serviu para amadurecer a idéia de se trabalhar no sentido de estabelecer em Xerém o Museu da Fábrica Nacional de Motores, conforme antigo desejo dos ex-funcionários, da comunidade local, dos admiradores da marca e de todos aqueles que têm interesse no resgate e preservação da história da indústria automotiva brasileira. Reforçando este aspecto, foi colocada a sugestão de se fazer deste primeiro “retorno à origem” um evento anual, ou bi-anual.

Miklos no comando do Alfa cavalinho 64.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (2)

Na parada do almoço, os caminhões despertam curiosidade.

Viagem a Xerém 001

FNM cavalo 1964, FNM baú 1960, FNM 180 1976.

Viagem a Xerém 002

Subida da Serra do Mar para Tapiraí.

Viagem a Xerém 004

Preparando o bruto para a viagem em Pilar do Sul.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (50)

Dando um ‘trato’ final.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (51)

Uma carga preciosa: Metro cavalo 1958, Brasinca reboque 1958, caçamba 1958. Todos irão voltar onde foram fabricados.

VIAGEM A XEREM MARÇO 2013 (2)

A saída de Pilar do Sul foi à tarde, com pernoite em Itatiba.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (54)

À noite, devidamente estacionados os brutos, a turma se reúne para um bate papo.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (53)

O encontro com Michael Swoboda foi num posto da Dutra, em Jacareí.

VIAGEM A XEREM MARÇO 2013 (10)

Parada obrigatória em Aparecida do Norte.

Viagem a Xerém 009

Ito bir ‘tocou’ o Brasinca graneleiro 1961 de Pilar do Sul até Xerém.

VIAGEM A XEREM MARÇO 2013 (13)

O encontro com Edmir em Guaratinguetá. Ele veio de Baurú com dois FNMs, o cavalinho Brasinca 1958 e o FNM 180 trucado 1979, um dos últimos fabricados.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (111)

Edmir e Ito bir e o lindo Brasinca 1958. Este caminhão tem o câmbio com a quinta marcha.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (123)

O almoço da turma, antes de seguir viagem.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (112)

Eduardo, Róbert, dirigente da AMA e Miklos, em Xerém.

Viagem a Xerém 085

Parada no início da Serra das Araras/RJ para dormir, antes de descer a serra.

Viagem a Xerém 014

Pausa para a janta, com a saída marcada para bem cedo.

Viagem a Xerém 012

Descida da serra: cautela.

Viagem a Xerém 017

Foto tirada na serra, que é muito bonita.

Viagem a Xerém 086

A chegada do Brasinca 61 em Xerém, mais de 50 anos depois de ter “nascido” ali!

Viagem a Xerém 019

O encontro na rodovia Washington Luiz, perto do acesso a Xerém.

DSCF0961

DSCF0962

Chegando para o encontro tão esperado.

DSCF0955

Na entrada para Xerém, a antiga guarita da era FNM.

Viagem a Xerém 021

A primeira parada na cidade, no domingo (ao lado da AAFBB).

Viagem a Xerém 022

Os caminhões em frente à fabrica – o ‘retorno ao ninho’ concretizado!

DSCF0995

DSCF0997

Os 8 belos automóveis Alfa Romeo.

Viagem a Xerém 026

Michael e um morador da cidade, ex-funcionário.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (132)

A turma reunida.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (180)

O calor estava de lascar! Para atenuar, um atencioso cidadão local nos cedeu uma caixa de isopor com água e refrigerantes gelados!

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (184)

Dentro da fábrica, hoje CIFERAL-MARCOPOLO. A recepção foi fantástica.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (192)

No início houve uma palestra e exibição de filmes sobre a Marcopolo e a antiga F.N.M. Um grupo de ex-funcionários também participou do evento.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (193)

Dentro da fábrica.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (195)

Os funcionários da antiga FNM, merecidamente orgulhosos.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (196)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (197)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (210)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (199)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (211)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (215)

Miklos com um ex-funcionário da F.N.M. – o orgulho de ter trabalhado em uma indústria de ponta!

Viagem a Xerém 037

O amigo Jason Vogel do jornal O GLOBO esteve presente – à direita, ao lado de Jorge Camarão. No centro, os irmãos Stammer e à esquerda, Michele da Ciferal-Marcopolo.

Viagem a Xerém 064

Viagem a Xerém 081

A turma reunida. O assunto, claro, era a F.N.M.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (135)

A fábrica ainda preserva muitas das estruturas originais.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (207)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (205)

Viagem a Xerém 056

Viagem a Xerém 071

Fotos antigas cedidas pelos ex-funcionários.

Viagem a Xerém 038

Viagem a Xerém 039

Viagem a Xerém 042

Viagem a Xerém 046

Viagem a Xerém 048

Viagem a Xerém 050

A entrega de donativos na AMA. Eduardo, Miklos, Róbert e Edmir foram os idealizadores.

Viagem a Xerém 082

Viagem a Xerém 083

O retorno para a São Paulo.

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (221)

VIAGEM A XEREM 28-FEVEREIRO 01-02-03-04-05 DE-MARÇO (242)

Anúncios

6 Responses to Visita à F.N.M.

  1. obrigado por toda essas informações

  2. F disse:

    Elimar Bernardo Braz. Eu nasci em 1956. mas. me lembro muito bem do ronco do motor do FNM. Aqui no Rio de Janeiro,ele foi cognominador com treme terra devido a potencia do seu motor. Foi inspirado em vê-los passar constantemente a rua em que eu morava por seu de intenso tráfego; eu fiquei apaixonado pelos robustos caminhões e por causa deles me tornei um profissional do volante melhor dizendo caminhoneiro. Porém me aposentei sem ter tido a oportunidade de dirigir um. Mas, está vivo em minha recordação dos FNMS que sempre me encantaram. Sobre a proposta de criar um museus dos motores acho interessante. Assim mostraria a história de uma tecnologia que existiu em tempos conturbados de guerra e que subsistiu por muito tempo as dificuldades de incentivo que um pais sério faria para sua primeira e briosa fabrica automotiva. Estou terminando minha formação em Tecnologia em Gestão de Turismo e se a ideia de criar o museu for avante convida-me a participar na construção desse legado histórico para gerações contemporâneas que não conheceu esse a existência dessa fabrica e as gerações futuras. Deixo meu abraço muito emocionado aos que amam O FNMS.

  3. Fernando disse:

    Parabéns pela iniciativa, é muito bonito saber um pouco mais sobre essa importante historia do Brasil, pena que não deram continuidade a FNM.

  4. Luiz Carlos de Souza Arantes. disse:

    Que Saudades, na época eu Luiz Carlos de Souza Arantes, era muito garoto, o dia que meu pai Hélio ferreira Arantes falava que ia me levar p/ Fábrica eu não dormia c/ tanta ansiedade.Isto na década de 50 = 60. Meu saudoso Pai era conhecido como o famoso Borboleta. Desde já agradeço essa linda lembrança.

  5. paulo roberto cardoso disse:

    pena infelismente como acontese no brasil. algumas pessoas deveriam se chamadas como manoel porfirio cardoso um dos fundadores chefe de transporte da f n m. que esta vivo com seus 95 anos…… seu filho cardoso 22 26441727

  6. Handerson disse:

    Show. Moro em Xerém e adorei ver as fotos e relembrar a história do fnm.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: